twitter youtube facebook linkedin email
Connect with:

Mundo AEC - Blog Oficial sobre AEC da Autodesk Brasil

Acabe com todas suas dúvidas – Manual Completo para importação de Superficies SRTM no Civil 3D 2018

Pedro Soethe
03/08/2017

Uma duvida que sempre ronda nossos usuários é como importar informações de superfície. Antes na longínqua versão 2012, era possível usar o Google Earth,  mas com as restrições de uso pela Google, não é mais possível fazer um conexão direta desde a versão 2013. Mas são se desespere, existem maneiras para ter aqueles dados, e na verdade, dados até melhores, lembrando que os dados SRTM do Google são de uma qualidade inferior, como explico aqui neste post. Aqui vamos mostrar  5 maneiras para importar dados de superfície SRTM da melhor qualidade, eu listei em ordem de facilidade e que vem com a maior quantidade e qualidade de informações, mas eu tentei ser bem amplo e mostrar várias maneiras para quem possui variados tipos de soluções.

01 – Usando Infraworks com o Gerador de Modelos e Civil 3D

Esta é na minha opinião a melhor maneira de obter dados, além da superfície de melhor qualidade que a do Google Earth, também vem dados como ruas, rodovias, ferrovias, áreas molhadas, entre outros. Veja o vídeo de como usar estar opção.

02 – Usando Infraworks para importar os dados GIS e Civil 3D

Aqui vamos usar o Infraworks como interface para entender os dados provindos da fonte da superfície SRTM que é a mesma do gerador de modelos, mas caso você não possua a possibilidade de gerar o modelo pelo gerador automático, você poderá usar esta opção.

03 – Usando Map3D e Civil 3D

Agora, se você não possuir o Infraworks, usando o Civil 3D que já possui as funções do Map3D, você também consegue importar estas informações, lógico que estes arquivos são extremamente grandes, então vamos mostrar aqui algumas maneiras afim de facilitar este trabalho e deixar ele mais rápido. Se você viu o vídeo 02, pode pular para 5:40min.

04 – Usando QGIS – Recap e Civil 3D

Outra maneira é extrair os dados do arquivo de origem SRTM e tratar eles como uma nuvem de pontos, e assim usar o ReCAP, para importar no Civil 3D e gerar uma superfície com estas informações, vamos usar o Software Gratuito chamado QGIS para fazer a extração dos pontos. Se você viu o vídeo 02 ou 03, pode pular para 5:40min.

05 – Usando QGIS e Civil 3D

Outra maneira é extrair os dados do arquivo de origem SRTM e tratar eles como pontos, e assim importar no Civil 3D e gerar uma superfície com estas informações, vamos usar o Software Gratuito chamado QGIS para fazer a extração dos pontos. Se você viu o vídeo 02 ou 03, pode pular para 5:40min, ou se viu o vídeo 04 pode pular para 10:45min.

 

Se você tiver alguma duvida, ou outra maneira de criar as superfícies, nos diga aqui nos comentários.

 

Grande Abraço

 

Pedro Soethe

Pedro Luis Soethe Cursino é formado em Engenharia Civil pela Universidade de Taubaté, tem pós-graduação em Georreferenciamento pela Faculdade de Pirassununga e em Estradas e Vias Urbanas pela FESP. Trabalha a mais de 15 anos na área de infraestrutura e é responsável por vários projetos executados no Brasil em diversas disciplinas como estradas, projetos urbanos, loteamentos, infraestrutura hidro-sanitária, drenagem, terraplanagem entre outras.

0 Comments;