twitter youtube facebook linkedin email
Connect with:

Mundo AEC - Blog Oficial sobre AEC da Autodesk Brasil

Aprendendo a manusear o Geotechnical Module no AutoCAD Civil 3D

Pedro Soethe
09/11/2014

Olá, pessoal!!

Dêem uma olhada neste post mais atualizado com as versões 2015 e 2016http://blogs.autodesk.com/mundoaec/apostila-modulos-subscriptions/

Conforme prometido, hoje vamos conversar sobre um módulo que permite a representação tridimensional das superfícies de solo, resultantes dos perfis de sondagem. Ele serve como um intermediário em que importamos os arquivos de pontos em formato CSV, e ele projeta estes pontos como furos de sondagem, estabelecendo as camadas de solo. Trata-se do Geotecnical Module para o AutoCAD Civil 3D.

O Autodesk Geotechnical Module é um módulo para clientes Subscription. Ele está disponível para download no Subscription Center no site www.autodesk.com/subscription na seção Product Enhancements. Vamos demonstrar como é o funcionamento desta ferramenta Autodesk que torna possível modelar os perfis de terreno subterrâneos mediante a planilhas de excel contendo dados de prospecções de solo.

Bom, então vamos lá!

É necessário partirmos de informações de prospecção de solo. Por exemplo, a equipe de colaboradores foi a campo e efetuou a sondagem SPT em 5 furos diferentes, e entregou as informações dispostas em um relatório. Para ver o exemplo em que nos baseamos, da licitação do SENAC, clique aqui.

Para acessar o Geotechnical Module (depois de baixá-lo no Subscription Center) dentro do AutoCAD Civil 3D, basta abrir o Civil, e no Ribbon, ele estará disponível na aba Geotechnics. As opções contidas na aba Geotechnics aparecem na figura a seguir.

Geotech

  • Import : Permite a importação dos bancos de dados que contém as informações da prospecções.
  • Connect to HoleBASE : Permite a conexão do AutoCAD Civil 3D com o software HoleBASE, que por sua vez consiste em um sistema de gestão de dados geotécnicos.
  • Check for Updates : Este botão deve ser selecionado para atualizar os dados geotécnicos, conforme forem atualizados seus bancos de dados de referência.
  • Borehole Manager : Ativa a exibição de um gerenciador (parecido com o Panorama, do Civil) onde constam todos os furos de sondagem, e onde as informações dos furos são possíveis de correção.
  • Strata Manager : Permite o gerenciamento por camadas. Aqui é atribuída a Vertical Exaggeration, a distorção vertical do furo, que por default fica configurado como 5.
  • Hatch Manager : Permite relacionar o segundo código geológico com uma coloração, para que ao importar os dados, os furos fiquem coloridos de acordo com seu material, facilitando a compreensão das diferentes camadas de solo.
  • Create : Permite a criação de perfil de camada de solo.

Precisamos traduzir essas informações do relatório técnico de sondagem a percussão, de uma forma que o AutoCAD Civil 3D possa entender. O Geotechnical Module permite a importação de CSV, AGS4 e AGS31.

Capture1

Os dados que o programa necessita para dispor os furos de sondagem são de localização e de caracterização das camadas de solo (estratificação). O de localização precisa ser nomeado HOLE. O de estratificação deve ser nomeado GEOL. Utilizaremos a extensão CSV. A disposição dos dados nas tabelas deve seguir as recomendações abaixo, em que os ítens obrigatórios estão em negrito.

O arquivo HOLE.csv deve conter as seguintes informações:

Título da Coluna Descrição Exemplo
LocationID Localização ID único SPT01
LocationType Tipo de atividade na localização RC
Easting Longitude 3862.53
Northing Latitude 4748.92
GroundLevel Nível do solo superficial 18
FinalDepth Profundidade Final 2.5
Orientation Orientação do furo (medido no sentido horário a partir do norte) 87
Inclination Inclinação do furo (medido positivamente para baixo a partir da horizontal em graus)

56.3

O arquivo GEOL.csv deve conter as seguintes informações:

Título da Coluna Descrição Exemplo
LocationID Localização ID único SPT01
DepthTop Profundidade do furo até o topo da camada 0.90
DepthBase Profundidade do furo até a base da camada 1.45
GeologyCode Código geológico LC
GeologyCode2 Segundo código geológico AREIA
Description Descrição geral ARGILA rija cinza siltosa
LegCode Código da legenda 102
Angularity Angularidade da partícula: angular, subangular, subarredondada, arredondado Subangular
Shape Formato da partícula: achatada, longa, achatada e longa Achatada
Colour Cor Marrom
MoistureCondition Condição de hidratação: seca, úmida, saturada Seca
HClReaction Reação com HCl: Nenhuma, Fraca ou Intensa Fraca
Consistency Consistência: Muito mole, Mole, Firme, Dura, Rija Dura
Cementation Cimentação: Fraca, Moderada, ou Forte Moderada
Structure Estrutura de solos intactos: Estratificado, Laminado, Fissurado, Recortado, Bloco, Lamelar, ou Homogêneo Homogêneo
MaxParticleSize Máximo tamanho de partícula
SandSize Máximo tamanho da Areia Areia média
GravelSize Máximo tamanho do Cascalho 1.5
CobbleBoulderSize Máximo tamanho do matacão 450
Classification Código de Classificação CL
PrimaryComponent Componente Principal do solo Areia
SecondaryComponent Componente Secundário do solo Argila
TertiaryComponent Componente Terciário do solo Cascalho
Conforme as tabelas acima, o HOLE precisa ter as colunas LocationID, LocationType, Easting, Northing, GroundLevel e FinalDepth. Já o GEOL, entre todas as possibilidades de informações que podem ser adicionadas, as únicas obrigatórias são LocationID, DepthTop e DepthBase. Utilizaremos apenas o necessário para fins de exemplificação, porém seguindo o relatório seria possível ainda definir códigos geológicos, cor, consistência e componentes. Assim, seguindo as informações do relatório técnico citado acima, as tabelas HOLE e GEOL resultam em, respectivamente:
Capturar2

Capturar3
Capturar4

O terreno de que estamos tratando se localiza em Brasília, DF. O mesmo encontra-se destacado no mapa abaixo, obtido através do comando GEO (Geolocation) no AutoCAD Civil 3D. Se não sabe como utilizar este comando, clique aqui para assistir ao vídeo contido em uma de nossas publicações anteriores.

Capturar

Para obter os dados de elevação do terreno, foram importados os dados do projeto Topodata, do Inpe. Se não sabe como criar uma superfície de terreno com dados de GeoTIFF como do Topodata ou do Embrapa, clique aqui para aprender a fazê-lo em uma de nossas publicações anteriores.

Ao adequar estes dados segundo o exemplo, na aba Geotechnics selecione o botão Import e adicione cada um dos arquivos de dados (HOLE e GEOL), conforme a figura abaixo.

Capturar5

Na janela Import Data, selecione o botão Import. O software irá validar os arquivos e, conferindo os dados, apresentará um breve relatório das informações, conforme a figura a seguir. Selecione o botão Import novamente.

NOTA: Se der qualquer erro ao importar, confira se a disposição dos dados está de acordo com o modelo indicado. Baixe aqui os exemplos de HOLE e GEOL, os quais montamos com base no exemplo da parceira Keynetix, desenvolvedora deste módulo. Eles foram utilizados no nosso exemplo, portanto funcionam. Recomendo também o tutorial da Keynetix, sobre como importar arquivos “csv” que já fez um vídeo e vem com um exemplo de planilha para que você possa adequar os seus dados de modo que a ferramenta compreenda.

Após o AutoCAD Civil 3D processar os dados, aparecerão os furos de sondagem (boreholes) em planta, conforme a figura abaixo.

Capturar

NOTA: Caso seus furos tenham caído fora da área do terreno, isto pode ser devido às configurações regionais de seu computador. Recomendo o tutorial de compatibilização entre configurações regionais, Excel e arquivos CSV da TechBR. Para abrí-lo, clique aqui.

Se girar a visualização do seu desenho no AutoCAD Civil 3D, poderá visualizar os furos com profundidade, conforme a figura abaixo. Caso houvéssemos atribuido o parâmetro GeologyCode2 ao arquivo GEOL, poderíamos diferenciar as camadas por cores. As cores podem ser atribuídas para quaisquer códigos que você desejar, utilizando o Hatch Manager.

Capturar1

Obrigado! Qualquer dúvida, envie aqui!!

Abraços, e até a próxima!!

Pedro Soethe

Pedro Luis Soethe Cursino é formado em Engenharia Civil pela Universidade de Taubaté, tem pós-graduação em Georreferenciamento pela Faculdade de Pirassununga e em Estradas e Vias Urbanas pela FESP. Trabalha a mais de 15 anos na área de infraestrutura e é responsável por vários projetos executados no Brasil em diversas disciplinas como estradas, projetos urbanos, loteamentos, infraestrutura hidro-sanitária, drenagem, terraplanagem entre outras.

5 Comments;

View by:
Most Recent Oldest
  1. edolgo

    Boa tarde, estou tentando baixar os arquivos, mas infelizmente os arquivos não estão mais disponível. Poderia disponibilizar novamente?

  2. barros-luiz@uol.com.br

    Olá, gostaria de saber como obter uma tabela padrão com os códigos geológicos e cores.
    Abraço, Luiz

  3. Alex

    Venho estudando aos poucos desde o BoreHole e este tutorial ajudou a esclarecer muitas coisas.
    Trabalho com projetos geotécnicos e geológicos e certamente me ajudará muito.
    Mais uma vez, obrigado por um post bacana como este e tantos outros.