twitter youtube facebook linkedin email
Connect with:

Mundo AEC - Blog Oficial sobre AEC da Autodesk Brasil

Equipes de projeto e construção na Malásia estão usando as soluções BIM da Autodesk  – incluindo Civil 3D, Revit, ReCap, InfraWorks, Map 3D, Dynamo, 3ds Max e Navisworks – para expandir e modernizar a Pan Borneo Highway Sarawak.

Abrindo Novas Oportunidades Econômicas para o Estado de Sarawak, na Malásia.

O Ministério de Obras da Malásia está no meio de um grande esforço para expandir e modernizar a Rodovia Pan Borneo, no estado de Sarawak, na costa norte de Bornéu. O projeto conectará a rodovia ao estado vizinho Sabah e reduzirá o tempo de viagem em Sarawak, enquanto abre novas oportunidades econômicas para o estado.

Atualmente, o principal sistema de rodovias de Sarawak é uma única estrada de duas pistas, que tem má fama por sua péssima condição em alguns trechos. O projeto de duas fases elevará a rodovia a uma via dupla de 4 pistas e prolongará a rodovia para 1.060 km. O projeto também envolve a construção de muitas pontes para travessias de rios e passarelas para pedestres, além de trevos e abrigos de ônibus ao longo de toda a extensão da rodovia.

O projeto começou em 2015 e a construção da fase 1, com 765 km, está em andamento. A conclusão da fase 1 está prevista para meados de 2021. A segunda fase, que irá modernizar a parte da rodovia em Sabah, está em fase de planejamento.

Cronogramas Agressivos e Coordenação Coesa

Dada a sua grande extensão, o projeto foi dividido em 11 partes separadas e em pacotes de trabalho – cada um se estendendo entre 60 a 90 km. Para atender ao curto prazo de entrega, a construção de todos os 11 contratos deve ser realizada simultaneamente.

Assim sendo, o projeto integral requer uma significativa coordenação de 11 projetos diferentes e 11 construções diferentes. Além disso, os projetos de todos os trechos da rodovia tinham que ser coordenados com as condições existentes da rodovia atual e nas paisagens circundantes. E os esforços da equipe de projeto também devem ser coordenados, incluindo o cliente, as 20 empresas que garantiram os contratos de obras e muitos outros subcontratados e consultores.

Com esse extraordinário nível de coordenação, seria muito difícil cumprir o cronograma agressivo do projeto usando a entrega tradicional de projetos em 2D. Portanto — e de acordo com os esforços do governo da Malásia para simplificar e modernizar a indústria de construção do país — o BIM está sendo usado durante todo o projeto.

Entrega Integrada do Projeto BIM

Uma plataforma de software integrada entre GIS e Autodesk BIM e soluções de captura de realidade suporta o desenvolvimento e a modernização da estrada de Pan Borneo de Sarawak. A integração dessas tecnologias está ajudando os interessados no projeto a:

  • Minimizar erros e discrepâncias durante o projeto;
  • Gerenciar os esforços de construção para mitigar o risco;
  • Criar modelos as-built e um sistema de dados centralizado para operações e manutenção.

Modelagem de Projetos

Durante o projeto, as equipes usaram o ReCap para converter dados de nuvens de pontos que capturaram as condições existentes da rodovia e seus arredores por meio da fotogrametria feita por LiDAR e drone. O InfraWorks foi usado para gerar representações e animações de modelos 3D de alta qualidade durante os estágios preliminares do projeto. A conexão entre as soluções da Autodesk e os dados GIS ajudou a equipe de projeto a se manter informada durante seu trabalho.

O Civil 3D foi usado para o projeto detalhado da rodovia. O software ajudou a criar submontagens de seções transversais personalizadas que se ajustam automaticamente às informações atualizadas do modelo do terreno. O Revit foi usado para projetar as estruturas do projeto e seus sistemas mecânicos e elétricos. O Dynamo permitiu que a equipe gerasse scripts paramétricos para estender os recursos de modelagem do Civil 3D e Revit.

A equipe do projeto agora usa o Navisworks para combinar modelos de diferentes formatos em um único modelo de projeto. Este modelo/plataforma permite a detecção de interferências em 3D e o planejamento e simulação da construção 4D — dando à equipe uma melhor compreensão de problemas de projeto.

Resultados

A rodovia Pan Borneo de Sarawak é o primeiro projeto de transporte da Malásia a adotar plenamente o uso do BIM e suas tecnologias complementares. A construção geral do projeto está aproximadamente 35% completa e o uso do BIM está gerando resultados empolgantes para a indústria de construção da Malásia.

  • As detecções de interferências de rotina e a capacidade de comparar as informações de projeto com as condições reais do local antes do início da construção estão reduzindo as discrepâncias de projeto e os custos de retrabalho.
  • A coordenação e a comunicação baseadas em modelos estão ajudando as partes interessadas a entender melhor as questões de projeto e construção, o que leva a uma melhor tomada de decisões e a uma resolução mais rápida.
  • Um ambiente de dados comum e compartilhado ajuda as partes interessadas a reunir, coletar e compartilhar as informações mais recentes sobre o projeto.
  • O agendamento de projetos baseado em modelos e informações sobre ativos proporcionam melhor visibilidade para todas as partes interessadas e serão vitais para o gerenciamento eficiente de operação e manutenção.

“A digitalização na infraestrutura é inevitável. A Rodovia Pan Borneo de Sarawak é uma “história em formação”, pois é o primeiro projeto de infraestrutura na Malásia a utilizar as tecnologias BIM, GIS e UAS [drones]. É a referência para projetos de infraestrutura em BIM na Malásia. O BIM garante a entrega do projeto sem comprometer o custo, o tempo e a qualidade. O BIM permite uma mudança de paradigma na indústria da construção.”
–Dato ’Sri Zohari Akob, Secretário Geral, Ministério de Obras da Malásia

 

Por: Annie Phan
Tradução: Juliana Conde
Post original: http://www.infrastructure-reimagined.com/pan-borneo-highway-sarawak-history-making-malaysian-infrastructure/

Juliana Conde

Juliana Conde é estudante de Engenharia Civil na Universidade Presbiteriana Mackenzie, possui experiência na área de urbanismo, atuando na fase de pré-licitação de projetos de parceria público privada de iluminação pública, já tendo contato com softwares de geoprocessamento e agora integra a equipe técnica AEC da Autodesk Brasil. Mais sobre ela, acesse seu perfil do LinkedIn: www.linkedin.com/in/juliana-conde-perfil

0 Comments