twitter youtube facebook linkedin email
Connect with:

Mundo AEC - Blog Oficial sobre AEC da Autodesk Brasil

thinkstockphotos-529413374

O modo como a infraestrutura é planejada, projetada, construída e gerenciada precisa de mudanças. Isto tem se tornado mais aparente ao longo dos últimos dez anos. No entanto, a extensão e o foco da mudança necessária evoluíram ao longo dos mesmos dez anos.

O tempero secreto é integrar projeto e análises

Em um ponto, a resposta parecia ser simplesmente, dinâmico e baseado em “modelo de projeto”. No entanto, os meios e métodos tecnológicos para a concepção de novas redes de transporte têm mudado rapidamente com:

  • O advento da tecnologia “Nuvem”
  • Os avanços nas técnicas de captura de realidade (drones)
  • O modo com que cada coisa pode ser feita (considere impressoras 3D e novos métodos de fabricação)

Com as crescentes inovações em tecnologias, o “projeto dinâmico baseado em modelos” por si só não será lapidado.

Assim como nós entramos no que está sendo chamado de “Era da conexão”, nós vemos uma mudança de foco na concepção e construção de um único projeto para focar na interconexão de dados. Nós temos a oportunidade de melhor entender a infraestrutura como um sistema. A digitalização, o poder da nuvem, e o big data estão permitindo novos caminhos para ajudar a conectar pessoas, processos, e ideias como nunca houve antes. Melhorias estão sendo feitas para projetar com tecnologias e software. Nós não veremos a mudança real, até nós integrarmos analises com ferramentas automáticas de projetos. Isto irá resultar em identificar oportunidades como:

thinkstockphotos-537265960_cropped-700x288

 

  • Redução de custo;
  • Melhoria na funcionalidade do projeto;
  • Melhora a Construtibilidade;
  • Identificar outro valor;
  • Identificar outras melhorias de valor, como a redução dos impactos ambientais e do congestionamento;

Não é somente sobre o software de projeto civil em si: é sobre até onde você é capaz de estender seu uso.

 

‘Melhor Possível’ versus ‘Melhor Prática’

9781138188426-250x326No dia 4 de novembro de 2016, o programa Zofnass para infraestrutura sustentável organizou a Conferência de Planejamento de Cidades Sustentáveis. A Karen Weiss apresentou um painel moderado pelo Terry Bennett da Autodesk, Planejando Cidades Sustentáveis ( Planning Sustainable Cities. An Infrastructure-based Approach).  A conferencia focou nos serviços e performance do sistema de infraestrutura no contexto das cidades. Cada sessão correspondeu aos principais sistemas de infraestrutura descritos no Planejamento de Cidades Sustentáveis.

Conforme ela ouvia os palestrantes, ela ficava chocada com o fato de que os engenheiros civis precisam começar a pensar e agir diferente porque o mundo está diferente. Engenheiros Civis são encarregados de resolverem problemas da sociedade. Padrões de diferentes tempos, quando mais rigoroso, padrões mais conservadores faziam mais sentido, precisam ser desafiados para projetos de infraestrutura atuais e futuros. Nós precisamos começar a pensar sobre as “melhores possibilidades” de respostas como oposto da resposta para “melhor prática”.

Nós podemos abordar isto ao usar o Envision® rating system  como um guia para determinar escolhas mais sustentáveis, no desenvolvimento sustentável da infraestrutura. Envision é uma ferramenta de diretrizes que auxilia no desenvolvimento do projeto durante o planejamento e outras fases. O Envision ajuda a determinar a solução com a “melhor possibilidade”, levando em consideração sustentabilidade e resiliência. Pensando em Envision como um LEED para infraestrutura. Há ainda quinhentas certificações de profissionais do Envision que já estão se esforçando para um futuro sustentável.

 

Envision: como isso se refere ao transporte

thinkstockphotos-532043136-converted-e1481234326361-700x345

Com um alto nível de engenharia através de treinamento, a Karen está particularmente intrigada como a categoria Qualidade de Vida que oferece créditos nas subcategorias de Propósito, Bem-Estar e Comunidade. A subcategoria do Bem-Estar encorajou alternativas de transporte, incorporando o projeto na maior rede de mobilidade comunitária. Isto é importante pelas seguintes razões:

  1. Muda dados demográficos — Americanos estão ficando velhos e não podem, ou não irão dirigir seus próprios carros. Além disso, jovens nos Estados Unidos querem viver em cidades em que eles não precisem necessariamente ter seus próprios veículos. Esta mudança do padrão, de ter dois carros na família, está impactando os padrões de viagens.
  2. Mais opções de viagens estão se tornando possíveis— Considere o crescimento de companhias de passeio compartilhado, como Lyft e Uber, ou outras empresas de carros compartilhados como o Zipcar and Getaround. Mais ainda, o aumento da urbanização resulta em mais pessoas caminhando, andando de bicicleta e pegando transito.
  3. Veículos autônomos são mais amplamente implantados— Nós iremos começar a ver a necessidade de acomodar os veículos tradicionais e os autônomos nos serviços de transporte no futuro

Projeto integrado e análises usando software inovadores como o Mobility Simulator for InfraWorks 360 podem ser usados para justificar opções de projetos que levam a créditos da Envision. Simulador de Mobilidade evoluem diferentes modos de transporte e os impactos de um ambiente de mobilidade misto que conduz à opção de design “melhor possível”. Outro modo de validar créditos do Envision, assim como os custos de projetos, é através de fazer o caso de negócios para recursos de projeto medindo impactos financeiros, sociais e ambientais.  Informações do Autocase extraídos dos modelos do AutoCAD Civil 3D e InfraWorks 360 e saídas com valores de cada custo e benefício assim como corresponde no credito de categoria Envision. Estes são exemplos de chegada em soluções otimizadas através do uso de avançadas tecnologias. Alcançar esses créditos atende às necessidades do nosso mundo em mudança de forma sustentável.

Eu encorajo vocês todos a explorarem o Envision rating system e considerar se tornarem um Profissional Envision Sustainability (ENV SP). Muitos dos presentes na Planning Sustainable Cities Conference (Conferencia de Planejamento de cidades Sustentáveis) são ENV SP, o que significa que você terá excelente companhia. Mais ainda, você irá igualmente ser capaz de usar isto como um diferencial competitivo quando for procurar um novo projeto.

Para onde nós vamos a partir daqui?

Nestes dias, quando parece tendência incluir o mundo conectado no nome de softwares de engenharia ou liberar edições, nós devemos ir mais a fundo para entender o que ‘conectado’ significa para a empresa que vende o software. A Autodesk está comprometida a imaginar, projetar e criar um mundo melhor. Nós incorporamos isto por colaborar com pessoas que são instrumentos em fornecer diretrizes para um mundo mais conectado e sustentável (Envison) e são influentes em guiar a indústria da infraestrutura além, sendo parte do Zofnass Program for Sustainable Infrastructure. A Autodesk é mais do que só uma companhia de software; é um parceiro e colaborador em iniciativas globais de infraestrutura que mudarão o mundo.

Para que possamos transitar com êxito para a concepção da infraestrutura do futuro, precisamos continuar a mirar para onde a bola está indo, em comparação com a posição que está atualmente. Todos os engenheiros civis devem se esforçar para atingir esse objetivo em nossa prática.

 

Fonte: BIMonTheRocks

Gustavo Paula

Estagiário da equipe técnica AEC da Autodesk Brasil, estudante de Engenharia Civil na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Antes de estagiar na Autodesk, trabalhou em obra, de um projeto residêncial, acompanhando as etapas e recursos necessários para condução dos trabalhos da equipe de obra.

0 Comments

'