twitter youtube facebook linkedin email
Connect with:

Mundo AEC - Blog Oficial sobre AEC da Autodesk Brasil

Por quê projeto de terraplanagem no Civil 3D não é um problema.

Pedro Soethe
04/11/2015

    Em conversas com usuários do software Civil 3D durante as últimas semanas, foi perceptível que as ferramentas de nivelamento do programa tem sido um assunto popular. Os temas mais comuns são “Não é como o uso do Land Desktop” ou “Não é fácil de operar como o Land Desktop”.

    Isso me fez pensar, já que eu não usava o Land Desktop há tanto tempo. O que eu estava deixando passar, ou pior, esquecendo? Decidi me aventurar instalando o Land Desktop 2009 em meu computador, a fim de satisfazer minha curiosidade.

    Assim que comecei a usar o Land Desktop, rapidamente percebi que eu era mimado! O fato de que a funcionalidade relacionada ao modelo de atualização dinâmica entre os elementos não existe no Land Desktop era uma coisa que eu não conseguia deixar passar. Isso é o que faz o Civil 3D tão melhor que o Land Desktop. Sim, eu consigo nivelar um objeto dentro do Land Desktop usando a ferramenta auxiliar de terraplanagem, mas o que eu rapidamente notei foi que eu não vi contorno algum após a criação do objeto nivelado. Depois que o nivelamento foi gerado, eu literalmente encarei minha tela. Mesmo depois de um tempo olhando, os contornos não apareceram. Foi preciso que eu voltasse pro menu de terraplanagem e criasse uma superfície a partir do objeto e depois avançar para o próximo passo e criar contornos a partir da mesma superfície. Isso me instigou e eu pensei que seria útil fazer uma comparação passo-a-passo com ambos os programas, Civil 3D e Land Desktop.

    Para o restante deste post, eu vou pegar formas simples e usar as ferramentas de terraplanagem em ambos programas, Civil 3D e Land Desktop, e documentar as diferenças. Eu vou começar com uma forma simples, pois acredito que prova um ponto. Como o velho ditado diz, “Você tem que andar antes de correr”, e então, em futuras discussões iremos mais a fundo com situações mais complexas.

    O exemplo escolhido é apenas um retângulo básico que representa a base de um prédio. Nós vamos começar o processo no Land Desktop e, de forma simples, nivelar a partir da borda da base para o terreno existente e depois calcular a quantidade de movimentação de terra.

Passo-a-passo para executar terraplanagem no Land Desktop:

    1.       Adicionar uma polyline que representa a base e selecionar uma elevação de 1000’ (aproximadamente 305 metros).

1

    2.       Usar o auxiliar de terraplanagem para configurar e aplicar o nível. Tenha certeza que o alvo do talude está selecionado para superfície e selecione a superfície desejada.

  • No menu “slopes”do auxiliar de terraplanagem, use 4:1 para ambos cortes e aterros.
  • No menu “corners” do auxiliar de terraplanagem, use projeção radial para o tratamento de cantos.
  • No menu “accuracy” do auxiliar de terraplanagem, use os padrões para esse exemplo.
  • No menu “appearance” do auxiliar de terraplanagem, use os padrões para esse exemplo e selecione finalizar.

    3.       Selecione a linha de comando para deletar a antiga entidade e a base nivelada vai aparecer.

2

    1.       No menu de rolagem de terraplanagem, selecione opções para criar uma superfície a partir do objeto nivelado.

2.       No menu de rolagem de terraplanagem, selecione opções para criar contornos a partir do objeto nivelado.

Até agora fizemos 5 passos. A partir daqui começaremos a parte de terraplanagem.

3.       Nomenu “terrain”, selecione camada atual.

4.       No menu “terrain”, defina a camada do terreno.

5.       Nomenu “terrain”, selecione compor volumes, depois calcule o volume total do canteiro.

A partir desse ponto nós temos uma quantidade de terraplanagem para o design inicial do nosso platô. Isso foi fácil, certo? E se nós fizessemos algumas mudanças? Sem entrar em grandes detalhes, se você precisar mudar a localização do platô, será necessário passar pelos passos 4 a 8 novamente e recriar os contornos, superfície e terraplanagem. Se você for mudar parâmetros de projeto, por exemplo, mudanças na declividade, mudanças no nivelamento, mudanças na elevação, etc., você precisaria primeiramente ir nas propriedades de nivelamento para fazer mudanças no seu objeto e depois seguir os passos 4 a 8. Resumindo, você deve recriar contornos, recriar design, recriar superfície e refazer os passos 6 a 8 para conseguir o volume de terraplanagem. A palavra-chave é RECRIAR.

Agora, vamos dar uma olhada nos passos do Civil 3D, para atingir o mesmo resultado.

Passo-a-passo para nivelar no Civil 3D:

    1.       Adicione uma polyline que represente a base.

2.       Crie um traço a partir da polyline que representa a base. Em baixo de opções de conversão, selecione em atribuir elevações e determine uma elevação de 305 metros.

3.       Em baixo do painel Criar Design, na aba de início, selecione nivelamento e ferramentas de nivelamento. Trabalhe com essa barra de ferramentas da esquerda para a direita.

  • Selecione Grupo de nivelamento: Crie um novo grupo de nivelamento e você será solicitado a criar automaticamente uma superfície do objeto nivelado.
  • Selecione superfície como alvo.
  • Selecione critérios de terraplanagem (elevação para superfície)
  • Selecione criar nível: Selecione o traço e determine as declividades que você gostaria para seu projeto.
  • O objeto nivelado e os contornos da superfície irão aparecer.

3

Até agora nós percorremos 3 passos. Prosseguiremos para volume de terraplanagem.

4.       Em ferramentas de nivelamento, selecione propriedades do grupo de nivelamento.

4

Abrirá uma caixa de diálogo. Selecione a aba propriedades e você verá os volumes de terraplanagem.

5

Missão cumprida.

A grande pergunta é em quantas passagens você tem percorrer no Civil 3D para fazer uma simples edição no projeto? Com Civil 3D você pode mudar o traçado para um local diferente e tudo será atualizado automaticamente. Sim, automaticamente. Você pode estar se perguntando, o que é atualizado exatamente? A resposta é: a superfície, os contornos a partir dela, e o volume de terraplanagem na nova localização do objeto. Tudo se atualiza por um simples grip edit de um dos cantos do traçado que representa o platô.

Meu ponto não é apenas o fato de que são 3 etapas a menos para atingir o mesmo resultado observado no Land Desktop, mas também a quantidade de tempo salva e a diferença de velocidade entre os dois programas quando é preciso voltar e fazer mudanças no projeto.

Eu gostaria de reforçar que nós começamos esse exercício para nivelar uma simples base de um prédio. Eu gostaria que essa simples comparação acima os fizessem perceber os benefícios do Civil 3D, e o por que afirmações do tipo “Não é fácil de operar como o Land Desktop” podem não ser verdade como você pensou e o por que afirmações do tipo “Não é como o uso do Land Desktop” podem ser uma boa coisa.

Em posts futuros eu irei discutir cenários mais complexos e melhores maneiras de manusear o nivelamento no Civil 3D.

    Assista ao vídeo Terraplanagem Civil 3D vs Terraplanagem Land Desktop – Nivelando um Simples Objetoaqui.

Nesse meio tempo, fique à vontade para experimentar Civil 3D 2016 e aprender um pouco mais sobre as ótimas ferramentas de terraplanagem.

Veja aqui o post original.

Até logo!

 

Pedro Soethe

Pedro Luis Soethe Cursino é formado em Engenharia Civil pela Universidade de Taubaté, tem pós-graduação em Georreferenciamento pela Faculdade de Pirassununga e em Estradas e Vias Urbanas pela FESP. Trabalha a mais de 15 anos na área de infraestrutura e é responsável por vários projetos executados no Brasil em diversas disciplinas como estradas, projetos urbanos, loteamentos, infraestrutura hidro-sanitária, drenagem, terraplanagem entre outras.

1 Comment

View by:
Most Recent Oldest
  1. AvatarEdnaldo Oliveira Gonçalves

    0

    0

    Pedro Parabéns pelo post.
    Adorei o post. Acho que toda mudança causa um pouco de desconforto no inicio mas com o tempo as pessoas se acostumam. Quando iniciei meus trabalhos usando o Civil 3D (versão 2008) eu não havia trabalhado no land, mas sempre ouvia esse tipo de coisa, que o land fazia isso, aquilo e o civil não faz, nunca tive nenhum problema.
    Acredito que hoje o Civil 3D é uma ferramenta consolidada em nosso país e que até os projetistas mais antigo (a grande maioria) já se rederam a praticidade da ferramenta.
    Um forte abraço e aguardo o próximo post!!

'